domingo, 3 de março de 2013

Porque não plantar algo? 2


Quem não gosta de um quiabo com frango? Ou mesmo um quiabo bem temperado, acompanhado de arroz, feijão e angu?
Um quiabinho bem feito é um prato sensacional. Muitos gostam dele com frango, com pimenta, ou mesmo puro, mas independentemente da forma e dos ingredientes que o acompanham, esse fruto permite uma certa variedade de preparo. Se você tem um quintal, ou mesmo um espaço com terra, não é difícil produzi-los aí mesmo na sua casa. Basta comprar as sementes, e na própria embalagem vêm as instruções de plantio.
Agora não é a melhor época para plantar, visto que o calor agora tende a diminuir, e é justamente na época do calor que o quiabo produz melhor. Na época do frio ele fica mais vulnerável às baixas temperaturas, mas entre agosto e outubro, é um tempo excelente para plantar, pelo menos aqui em nossa região em MG. Como sou apaixonado por todo tipo de plantas - e quiabo também - costumo fazer uns improvisos, já que o espaço que tenho é pequeno. Plantei uns pés numa bacia, mas por ser um espaço muito pequeno, a raiz ficou sem lugar para desenvolver, os pés cresceram meio desanimados, e o desenvolvimento foi muito devagar, sem que as plantas pudessem atingir seu nível de crescimento adequado no tempo certo. Mas valeu pela tentativa, e pelos momentos de lazer saudável. Numa bacia velha, consegui os resultados das fotos que estão aí. A flor dele é linda demais, mas dura um dia apenas, porque no dia seguinte dá lugar ao fruto. Foram 5 pés apenas, que pelo desenvolvimento lento e condições de espaço não favoráveis, não irão produzir muito bem, mas num espaço com terra, eles produzem bastante, e você colhe frutos quase diariamente.

Algumas dicas:

  • A maneira de cortá-lo, você mesmo escolhe, em rodelas ou em pedaços maiores.
  • Basicamente, você tem que refogá-lo (fritá-lo) em algumas colheres de óleo. Daí pra frente é só usar a criatividade e a imaginação.
  • Somente refogando-o por um tempo, ele acaba ficando macio, e temperando a seu gosto, fica excelente acompanhado de arroz.
  • Há quem prefira com caldo, então depois de refogá-lo, coloque um pouco de água e deixe cozinhar um pouco.
  • Acrescentando uns pedaços de tomate, fica excelente também.
  • Depois de refogado, acrescentar arroz crú e deixar os dois cozinharem juntos. Depois colocar cebolinha picada por cima.
  • O tradicional com frango é o mesmo processo. Depois de refogado, acrescente pedaços de frango previamente temperados e fritos e deixe o quiabo cozinhar junto. Pode-se também utilizar a panela que se usou para fritar o frango, desde que retire o óleo da fritura, fica ainda melhor o sabor.


Essas são apenas algumas dicas. Cada um pode criar o seu prato...
E aí, qual é o seu modo preferido?



11 comentários:

  1. MUITO BOM SEU BLOG,DEU ATE VONTADE DE COMER UM FRANGUINHO COM QUIABO...HUM....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkk, dá vontade mesmo quando a gente lê essas coisas sobre pratos típicos.

      Excluir
  2. Tenho um espaço e vou começar usar essas dicas que você dá aí, porque a gente realmente desperdiça o quintal da gente sem fazer nada na maioria das vezes. Obrigado, grande abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom poder influenciar alguém positivamente nesse sentido, fico feliz. Se precisar de alguma dica fale comigo. Não sou expert, mas posso ajudar em algumas coisas básicas.

      Excluir
  3. O meu preferido é o quiabo com frango acompanhado de arroz, feijão e angu. Hum...perfeito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse mais tradicional é excelente, ainda mais com pimenta.

      Excluir
  4. O que mais gosto vc não colocou ai não, que eh aquele que eh feito com abobora madura, bom demais da conta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem lembrado, mais uma dica perfeita pra quem gosta de quiabo. Muito obrigado.

      Excluir
  5. Ao passar pela net encontrei o seu blog, estive a ler algumas coisas e posso dizer que é um blog fantástico,
    com um bom conteúdo, dou-lhe os meus parabéns.
    Se desejar faça uma vista ao Peregrino e sevo e deixe o seu comentário.
    Sou António Batalha, do Peregrino E Servo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou visitar e deixarei lá um comentário sobre o que achei, ok?
      Abraço, muito obrigado por sua visita.

      Excluir
  6. Muito obrigado a todos os comentários feitos aqui. Um abraço aos amigos.

    ResponderExcluir